Conto Premiado

"45 Minutos"
- TERCEIRO LUGAR, CATEGORIA CONTO - CONCURSO DELICATTA III - Leia o texto.

Novidades

Acabo de fazer uma reforma no layout do blog. Agora os frequentadores poderão deixar recados no Mural de Recados, ou enviar mensagens privadas para meu e-mail diretamente do site. Tudo isso na barra lateral. Espero que gostem!

***

Encenação


Não há palavras suficientes no momento
Cerco-me de agradáveis lembranças
Tentando distorcer os fatos, calado

Fujo da realidade inevitável, incansável
Buscando abrigo em campo sem mata
Protegendo-me com amuletos ineficazes

Diblo a desilusão com ares zombateiros
Sorrisos forçados, mascarados, desfigurados
Contorcidos entre ferros distorcidos, atravancados

A dor já não basta, continua a fúria
A encenar em palco mentalizado
A obra prima da falsidade - alheia.

Alexandre Cesar Martins – 08 de abril de 2008

2 comentários:

Carmelita T. Tomasoni disse...

Lindo, lindo e lindo...
Este veio em seu momento e vc soube entendê-lo! Parabéns!
Saudades mil!
Bjs.

Anônimo disse...

Estou sem palavras para espresar o que senti ápos ler esse texto, simplismente sublime.
Vc é o maximo em tudo que faz.
bjs

Murillo