Conto Premiado

"45 Minutos"
- TERCEIRO LUGAR, CATEGORIA CONTO - CONCURSO DELICATTA III - Leia o texto.

Novidades

Acabo de fazer uma reforma no layout do blog. Agora os frequentadores poderão deixar recados no Mural de Recados, ou enviar mensagens privadas para meu e-mail diretamente do site. Tudo isso na barra lateral. Espero que gostem!

***

Luto


Paredes etéreas se ergueram
A lua consolidou o entardecer de outono
Brisa leve, sem consolos

Um olhar avermelhado entoou o canto fúnebre
Do silêncio lacrimejado, temido, confrontado
Notícia de conteúdo não conformado

Um adeus sem palavras verbalizadas
Mentes interligadas, almas separadas
Na memória os momentos arquivados

Foi-se o sol mergulhar em águas profundas
Entre prantos e encantos, ficou a marca tatuada
No coração de quem agora chora pela alma retornada

Alexandre Cesar Martins – 06 de abril de 2009

2 comentários:

Anônimo disse...

Achei bom e muito profundo parabéns
bjs

murillo

Carmelita T. Tomasoni disse...

Cara, esse ficou de mais....!
Vc me fez chorar e sorrir!!!
Te admiro!!!
Grande abraço!