Conto Premiado

"45 Minutos"
- TERCEIRO LUGAR, CATEGORIA CONTO - CONCURSO DELICATTA III - Leia o texto.

Novidades

Acabo de fazer uma reforma no layout do blog. Agora os frequentadores poderão deixar recados no Mural de Recados, ou enviar mensagens privadas para meu e-mail diretamente do site. Tudo isso na barra lateral. Espero que gostem!

***

Da agonia


Noite longa, penetrante, angustiante
Segundos passam, arrastam , arranham
No peito o tambor incessante batuca
E na alma a vibração de uma triste luta

Noite curta, sem lua, quase nula
Horas correm, na desordem a fúria
Num olhar a tocaia se aprimora
O piscar de olhos tudo engloba

Passatempo, brinquedo quebrado
Mãos trêmulas, coração agitado
Pensamento a mil por hora, embalado
Segue o ritmo da desconfiança, não paga fiança

Mas logo...

O silêncio tudo devora, assola
Morre a noite, solitária, empedrada
Olhos abertos, atentos, temerosos
Segue o dia, acanhado, preocupado.

Onde estará você agora?

Alexandre C. Martins – 02 de novembro de 2009

3 comentários:

Sagital disse...

que bom q vc voltou, bem vindo de volta, as letras soltas já sentiam falta da tua costura

anne_akasha disse...

muito bem escrito...
adoreiiii...

Karynhosa disse...

ficou muito bom mesmo, chegou a me dar um nó na garganta enquanto lia.
saudade!!! essas pessoas que moram longe né..